domingo, 29 de novembro de 2009

A eletrizante rodada final do Campeonato Brasileiro

Agora tudo pode acontecer! É fato que o Flamengo é franco favorito. Basta marcar um gol, não sofrer nenhum, que o título do Campeonato Brasileiro volta ao Rio de Janeiro após nove anos - último triunfo foi do Vasco, em 2000. Por outro lado, mesmo sabendo que o Grêmio deve vir com um time misto, a tarefa não vai ser tão fácil assim.

Palmeiras e Internacional voltaram à disputa, principalmente o Inter. O time tem um jogo fácil pela frente: Santo André, praticamente rebaixado. O São Paulo vai vencer o último duelo, contra o Sport, mas depende de todos os outros resultados.

Na parte de baixo, uma reviravolta. Náutico confirmou a volta para a Série B, ao ser goleado para o Santo André. O clube paulista ainda pode escapar, mas depende de uma difícil combinação de resultados. Botafogo complicou sua permanência. Vai precisar vencer o Palmeiras de qualquer maneira. Se perder está rebaixado. Já o Fluminense, que todos, principalmente eu, acreditavam já estar morto, ressuscitou! Ele joga pelo empate no Paraná, contra o Coritiba, que também está no duelo contra o descenso.

Domingo, 6 de dezembro. Pobre de quem vai estar fazendo prova do ENEM e não vai poder acompanhar a última rodada do Campeonato Brasileiro! Tudo pode acontecer!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Nosso sonho não vai terminar

... pelo menos desse jeito não!

Quem viu o "Por toda minha vida" de ontem e, assim como eu, se emocionou, sabe do que estou falando. Quem não viu e sabe enxergar a voz do coração também sabe!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

O apagão acabou. Tem certeza?

Terça-feira, 10 de novembro, o dia que a luz acabou. 24, 25, 26 de novembro. 27, 28... Epa! De novo? Bem provável... Ninguém sabe que diachos estão acontecendo que a energia elétrica não consegue ficar estável. Ela vem, se estabelece e, quando mais precisamos dela, vai embora, some, vai passear, dar uma volta na casa do Ministro de Minas e Energias, talvez.

O absurdo é tão grande e revoltante que o presidente da Light, fornecedora de energia para a capital do Rio de Janeiro, o senhor José Luiz Alquéres, afirmou que o carioca estava comprando muito ar-condicionado e, por não estar avisando à companhia, diferenças na polaridade estavam causando interrupções no fornecimento. Ah, ok, desculpe presidente, a culpa é minha. Me deixe o seu número pessoal que divulgo para os amigos avisarem toda vez que realizarem a compra de um novo eletroeletrônico ou eletrodoméstico.

"Alô, é da casa do senhor Alquéres? É só pra avisar que comprei um novo respirador para o meu tataravô. Posso ligá-lo na tomada, ou o deixo morrer? Vê se ajusta os ampéres, heim?"

É rir para não chorar.

Preparem as lanternas e baterias, porque, pelo visto, ainda precisaremos muito delas...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Ralph 40º

Se ainda existia algum neurônio sobrando, essa noite ele não sobreviveu ao "incêndio".

Bem, agora que não tem nada mais no cérebro, vou deixar o coração falar à vontade... Pelo menos enquanto valer à pena...

domingo, 22 de novembro de 2009

Escorpião

Não se deixe levar pelo preconceito. Se você cruzar com um tipo honesto, corajoso, íntegro, intenso, magnético, profundo, reservado, perspicaz, enigmático e fiel até que a morte os separe, corra e agarre esta oportunidade, porque você terá topado com um escorpionino. Seu astrólogo diz que os escorpiões são traiçoeiros? Mude de astrólogo, porque o escorpião tem um senso de lealdade só comparável ao de um mafioso siciliano - se você mantiver sua palavra, ele manterá a dele até debaixo de uma saraivada de balas. Sua melhor amiga diz que os escorpiões são don-juans incuráveis? Troque de amiga, porque o escorpião, embora tremendamente ligado ao sexo, é tão seletivo que prefere uma vida monástica a transar com qualquer um. Você andou lendo que o escorpião é um dissimulado? Largue esse livro pelo último de Agatha Christie, pois a notória reserva escorpionina não tem nada a ver com hipocrisia.

Um escorpião nunca mente, só omite - e na maior parte das vezes está repleto de razões, porque sua fabulosa antena psíquica pescou que o interlocutor em questão não é lá muito confiável. Esta, talvez, seja a principal característica deste signo cujo mito mais esclarecedor é o de Lúcifer, o anjo decaído, não por noitadas em excesso, mas por uma lucidez além dos limites: o grande pecado do escorpião, como o do ex-anjo, é um orgulho excessivo. Excessivo, mas não descabido. O probleminha de Lúcifer era que enxergava certas razões ocultas por trás da cantoria dos querubins - um desejozinho secreto de promoção naquele arcanjo que emitia uma nota mais aguda. Por isso ele acabou expulso do Paraíso, onde críticas não são facilmente digeridas. A mesma complicada sina ocorre com os terrenos escorpioninos: como eles são providos de uma espécie de olhar de raio X, que detecta as piores intenções até nos melhores sorrisos, acabam se tornando ossos duros de roer.

Um escorpionino tem um faro imcomparável para imposturas, o que lhe torna difícil a vida em sociedade. Isto o transforma, muitas vezes, num introspectivo de cenho franzido: sua capacidade de captar algo de podre no reino da Dinamarca não tem paralelo, em todo zodíaco e em qualquer estatística. Mas se o escorpião saca tudo, inclusive o pior de cada um, é porque tem uma sensibilidade que chega às raias do insuportável. O que o torna, também, muito solidário com o sofrimento alheio - nada de estranhar que Ghandi tenha ascendente em escorpião. Um escorpião nunca foge de problemas. Não fuja dele, portanto, a não ser que você queira passar o resto da vida bocejando entediado.

TERAPIAS:
O escorpião tem uma incontrolável tendência a se atormentar, culpando-se por tudo que dá errado a sua volta, e num de milhares de quilômetros além, Bósnia, Croácia e Cambodja incluídos. Como ele jamais pega leve, nem quando está de férias, esta mania de carregar o mundo e seus males pode se tornar meio desconfortável para aqueles que o cercam, e pretendem apenas tomar mais uma bebidinha e prosear. Como, igualmente, um escorpião nunca se lamenta ou faz o papel de vítima - o que ocorre muito com os outros signos de água, peixes e câncer - é preciso se tornar um telepata para saber exatamente o que vai mal com seu escorpião de estimação.

Se for uma mera insatisfação com tudo, deixe estar - isto não tem cura. Se for uma depressão profunda, daquelas que o arrastam para a cama (e não para fazer o que ele tanto gosta), algumas providências são necessárias. Nada de terapias de apoio, porque um escorpião jamais vai acreditar que ele está OK e o mundo está OK. Uma terapia de choque é a mais recomendável: uma passagem só de ida para a Iugoslávia, para trabalhar num campo de refugiados, ou um passeio às seis da tarde por qualquer dos pontos das grandes capitais brasileiras onde se concentram os menores infratores vai ajudar a reconhecer que há outros infernos ainda piores que seu inferno interior. Um pouco menos arriscada é a técnica de auto-análise. Todo escorpião é um investigador nato, e isto explica porque eles dão excelentes psicanalistas.

Em contrapartida, dão péssimos pacientes, já que nunca vão superar completamente a sensação de que aquele camarada senatado na poltrona atrás do divã está calado porque, no fundo, sabe menos do que ele. O escorpião lucra mais se pagar uma faculdade de psicologia em vez de honorários de um psicólogo avulso. É claro que às vezes não se pode esperar cinco anos escolares para resolver uma crise. Mas crises, na verdade, não atrapalham este signo. Ao contrário, ele precisa delas para se reciclar periodicamente. E acaba sempre levantando, sacudindo a poeira e dando a volta por cima.

Textos de Marília Pacheco Fiorillo e Marylou Simonsen, publicados no livro Use e Abuse do seu Signo, editado pela LP&M.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Negros ou brancos somos todos iguais

O Brasil é vasto e rico, de solidariedade, harmonia e compaixão. O Brasil não tem cor, raça ou orientação sexual, o Brasil tem um tipo de cidadão, chamado de brasileiro! Nesse dia 20 de novembro, dia de Zumbi dos Palmares, a homenagem é da Unidos de Vila Isabel, em 1988. Pra que cotas? Somos todos iguais! Valeu Zumbi!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Notícias em foco



Notícias e reportagens fresquinhas. Vale a pena conferir!

Produção: Izabella Galante, Ralph Guichard, Luka Marinho, Bruna Werneck e Érica Prado
Operação de áudio: Luís Aurélio
Apresentação: Izabella Galante
Reportagem: Ralph Guichard e Érica Prado
Coordenação de Jornalismo: Professor Sidnei do Amaral

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Salvem a seleção brasileira

É, a temporada 2007 - 2009 acabou para a seleção brasileira de futebol. Até que, analisando apenas as conquistas, o balanço foi positivo: campeão da Copa América e da Copa das Confederações. Por outro lado, analisando a regularidade e os resultados em si, um fiasco - vide derrota para a Venezuela, pela primeira vez na história, empates com Bolívia e Colômbia, em pleno Rio de Janeiro.

Nada mais importa, o que passou, passou, não volta mais! Agora é levantar a cabeça e pensar exclusivamente no maior objetivo para o nosso esporte: a Copa do Mundo de 2010! Pelo visto, não tem jeito, o Dunga não cai. Logo, vai o nosso querido anão mesmo.

Apesar das críticas terem sido aliviadas nos últimos meses, existem atitudes do treinador que ninguém entende. Por exemplo, mesmo já estando classificado nas Eliminatórias há várias rodadas e tendo disputado amistosos contra seleções "fortíssimas", no nível da temida Omã, o Mestre, digo, Dunga, manteve Júlio Cesar no gol verde e amarelo. Não, não estou questionando a titularidade do camisa 1, ao contrário, hoje, ele é um dos melhores do mundo sim, no entanto, quem é o seu reserva? Caso, Deus me livre guarde, ele se machuque nas vésperas da competição começar, quem assume a missão de nos defender dos torpedos adversários? Doni? É complicado, né...

Enfim, vamos torcer para que a teimosia fique de lado e a comissão técnica brasileira faça as melhores escolhas possíveis, começando por efetivar Nilmar como titular da equipe. Robinho não chega aos pés do ex-atacante do Inter, um dos nossos principais destaques. No mais, segue a minha seleção brasileira titular, caso a Copa começasse amanhã:

Julio Cesar, Dani Alves, Lúcio, Luizão e Marcelo; Lucas, Ramires, Hernanes e Kaká; Nilmar e Luís Fabiano.

domingo, 15 de novembro de 2009

Ligeirinho

Às vezes, a ficção acaba superando a realidade...

Sexta-feira 13 vascaína

Sexta-feira 13? Dia de ficar preocupado? Não para os vascaínos! O cruzmaltino não só desafiou a superstição como entrou em campo vestido de preto para a grande "decisão" contra o América de Natal. Resultado? 2x1, de virada, e um show da torcida, que apoiou o time mesmo quando saiu perdendo o confronto. Parabéns ao Vasco, campeão brasileiro da Série B, de volta à elite do futebol!

Joel Santana no América-RJ

Não é Fluminense, Flamengo e nem o Vasco. Joel Santana, o Natalino, deve assumir mesmo é o América-RJ! Sim, o ex-treinador dos Bafana Bafanas, "the equipe", "berráind", "in the midiu", pode estar à caminho do Mequinha, começando o trabalho ainda na segunda divisão carioca, este ano. Romário, que é considerado um filho para Joel, garante que isso vai se concretizar.

'Barracão' da Beija-Flor

Após reunião com a imprensa, onde o diretor de carnaval, Laíla, esclareceu questões internas com os jornalistas, o carnavalesco Alexandre Louzada levou os convidados para conhecerem as fantasias da escola para o enredo "Brasília". Muito bonitas por sinal. Parece que a escola vai mesmo voltar para a disputa em 2010.

'Barracão' da Cubango

Estreou nesse sábado durante o III Encontro de Cinema Negro, no Cine Odeon do Rio de Janeiro, o documentário "Barracão - Um olhar carnavalesco", do diretor Waldir Xavier. Um ótimo filme para quem gosta de Carnaval. Dinâmico, emocionante e bem empolgante, mostrando a preparação da Acadêmicos do Cubango para o desfile de 2008. Recomendado!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Notícias em foco



Apagão, temporal no Rio de Janeiro e a incrível recuperação do Fluminense. Isso e muito mais no Notícias em foco de hoje.

Produção: Izabella Galante, Ralph Guichard, Luka Marinho, Bruna Werneck e Érica Prado
Operação de áudio: Luís Aurélio e Tatiana
Apresentação: Luka Marinho
Reportagem: Érica Prado e Ralph Guichard
Coordenação de Jornalismo: Professor Sidnei do Amaral

domingo, 8 de novembro de 2009

O Vascão voltou

Sete de dezembro de 2008: tristeza, desespero, lágrimas. Sete de novembro de 2009: alegria, euforia, mais lágrimas, só que, dessa vez, de emoção. Onze meses depois do capítulo mais nebuloso da história do clube, o Vasco da Gama, tetracampeão brasileiro, voltou para o lugar que merece: a primeira divisão.

O jogo que garantiu o acesso, nesse sábado, contra o Juventude, no Maracanã, refletiu exatamente o que marcou a trajetória da equipe durante a disputa da Série B. A torcida, mais uma vez, demonstrou o apoio incondicional ao time, servindo de exemplo para os demais clubes do país, ao bater o recorde de maior renda de todas as divisões brasileiras, neste ano. Isso porque os termômetros passavam dos 40º no Rio de Janeiro.

Vale ressaltar o planejamento da diretoria do clube, em conjunto com o técnico Dorival Junior. O cruzmaltino não fez nenhuma loucura, contratando jogadores sem expressão nacional, porém, com características que ajudaram o Gigante da Colina em sua complicada empreitada, como no caso do atacante Elton, que vem recebendo sondagens do exterior.

Agora que a fase turbulenta já passou, é manter os pés no chão, mantendo a linha que deu certo, corrigindo o que não ficou tão bom assim, e buscando caminhos inteligentes, para que o clube de São Januário volte aos tempos de glória, quando disputava o título em todas as competições em que entrava.

Pode comemorar, torcedor vascaíno! O Vascão voltou!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Notícias em foco



Tem notícias sim, mas, no foco, sobrou até para Madonna e Jesus Luz, que estão vindo para o Rio de Janeiro. No Carnaval, tem Rainha de Bateria pedindo demissão. Esportes, cultura e atualidade, no Notícias em Foco desta sexta-feira.

Produção: Ralph Guichard, Luka Marinho, Bruna Werneck e Érica Prado
Operação de áudio: Luís Aurélio e Tatiana
Apresentação: Ralph Guichard
Reportagem: Luka Marinho e Bruna Werneck
Coordenação de Jornalismo: Professor Sidnei do Amaral

quarta-feira, 4 de novembro de 2009



"É que em cada experiência, se aprende uma lição..."

Como cão e gato

Saí pelas ruas meio desanimado. Andei em direção a um lugar qualquer a fim de gastar as energias, para que ela não me contaminasse por inteiro.

Quando virei a esquina, avistei um enorme cachorro, praticamente carregando o seu dono. Imediatamente, não sei por que, falei alto comigo mesmo: "quer apostar como o cão vai vir em minha direção?". Ainda bem que não apostei, porque, se o tivesse feito, o meu outro eu venceria a aposta. O cachorro não só foi na direção oposta como para um lugar muito melhor: a porta do açougue.

"Ah, tá explicado!", pensei assim. Mas não é que eu me enganei de novo? Algo muito melhor do que carne assada havia atraído aquele bicho. Eu só não esperava, no entanto, que fosse quem acabou sendo.

No momento em que o grande cachorro se aproxima da grade, uma pequena gatinha vem em sua direção e, em vez de se atacarem e se engalfinharem, trocaram carícias com o focinho. Era um chamego só entre os dois.

Pra você ver como é a ironia da vida. Às vezes, recebemos ataques de quem jamais desejaríamos receber, seja de forma direta ou indireta, nos deixando totalmente feridos e decepcionados. Na história que parecia ter mudado na última semana, descobrimos ter sido apenas um triste alarme falso, na medida em que os mesmos atos desnecessários voltaram a se repetir. Enquanto isso, no Reino Animal, o cão, que tinha tudo para querer acabar com a gatinha, soube enxergar o verdadeiro valor da sua alma gêmea, não tendo medo de latir mais alto e deixar de lado todas as suas ilusões malucas, apostando em uma espécie só, a quem confia que vai lhe fazer feliz.

Por mais resistente que seja, chega uma hora que o coração não tolera mais sofrer, preferindo buscar outros horizontes. O tempo está esgotando...

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Ligeirinho

Rápido e ligeirinho, porque hoje é feriado!

Que tombo!

Tudo bem ser fã de Caetano Veloso, mas daí querer imitar o ídolo em tudo já é demais. Após assistir o tombo de Caetano, hoje hit no YouTube, dessa vez foi Dinho Ouro Preto quem caiu do palco. Só que a coisa foi mais séria. O vocalista do Capital Inicial teve traumatismo craniano. Dinho passa bem e se recupera em um hospital de São Paulo. Na música da vida real, não foram os velhos olhos vermelhos que voltaram, mas a cabeça do cantor que sofreu com os hematomas...

Aquém das expectativas

Os organizadores esperavam 1 milhão e meio de pessoas, porém, apenas 200 mil compareceram à Parada Gay do Rio de Janeiro. Culpa da chuva, menos pessoas saindo do armário ou todos os homossexuais viajaram para Porto Alegre? Brincadeira, heim...

Melhores do Brasileirão

O Campeonato Brasileiro está chegando ao fim e, com isso, vai se aproximando a tradicional festa de melhores do campeonato. Acabando com a surpresa, eis os homenageados: Cafú, pelo recorde de partidas pela seleção brasileira, e a torcida do Vasco da Gama, pelo apoio ao time, mesmo na Série B.

Pânico da concorrência

Globo, Record e SBT estão literalmente em pânico. Por sete semanas consecutivas, o programa Pânico na TV, da RedeTV, foi líder de audiência. Nesse domingo, estima-se que o humorístico chegou a 17 pontos, contra 14 da Globo e do Fantástico, que vem caindo a cada semana. Não deve demorar muito para a revista semanal da Globo mudar o formato, o estilo e a equipe. Zeca Camargo que se cuide!