terça-feira, 29 de setembro de 2009

A semana mais ansiosa que o Rio já passou

Carioca da gema, nunca vi a cidade tão ansiosa quanto essa semana. Comigo não podia ser diferente. Confesso que estou uma pilha de nervosismo. Talvez pelo fato de eu ter, de certa forma, me envolvido e colaborado com uma parcelinha dessa campanha, meu grau de preocupação está um pouco mais elevado do que a normalidade.

Por outro lado, apesar de querer que a sexta-feira chegue logo, nunca estivemos tão confiantes. Somos os favoritos sim e podemos sim derrotar Chicago, Tóquio e, principalmente Madri e seus espiões. No momento, pode vir o mundo todo, que enfrentamos e vencemos!

Vamos Rio!!! Eu acredito!!! Os Jogos Olímpicos de 2016 serão nossos!!!

VIVA A CIDADE MARAVILHOSA!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Notícias em foco



Nunca foi tão rápido ficar bem informado! As principais notícias dessa sexta-feira, bem no foco da notícia!

Produção e reportagem: Izabella Galante, Luka Marinho e Ralph Guichard
Operação de áudio: Luís Aurélio e Tatiana
Apresentação: Ralph Guichard
Coordenação de Jornalismo: Professor Sidnei do Amaral

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Alerta! Perigo, perigo!

Que encrenca o Governo brasileiro foi se meter, heim? É delicadíssima a situação política em Honduras, onde o presidente deposto por um golpe militar, Zelaya, está refugiado dentro da embaixada do Brasil.

A decisão de dar abrigo político a um estrangeiro deve ser sempre estudada com cautela, porém, mais uma vez, não foi isso que aconteceu. Dizem os rumores que essa medida já estava aprovada há mais de um mês, quando o ex-presidente hondurenho veio ao Brasil para um encontro com o Lula.

Enquanto isso, Micheletti, o presidente que tomou o poder, ameaça invadir a nossa embaixada, para prender o adversário. Isso não podemos deixar de forma alguma. Uma entrada à força no Consulado brasileiro deve ser tratado como uma afronta ao território verde e amarelo.

Resumindo bem as ideias: se ficar o bicho pega, se correr o bixo come. Como resolver? Mantendo a cabeça no lugar, debatendo bem os fatos com todos os níveis de Governo e usando o bom senso, para que, além de lutar pelos Direitos Políticos Internacionais, o Brasil não prejudique a sua soberania nacional.

E como diria o robozinho de "Perdidos no Espaço": Alerta! Perigo, perigo!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

O último dia de inverno

Quando ele chegou o tempo estava quente. Em todos os sentidos. A paisagem ainda estava brilhante, com vestígios de folhas no chão.

Não demorou muito e o mundo começou a gelar. Poucos dias depois de sua chegada, o Rei do Pop resolveu não ficar e ir embora. Ele resolveu ou resolveram por ele? Mistérios de inverno...

No futebol, a seleção brasileira, que não é boba nem nada, foi até a África e resolveu juntar o grito de campeão ao som das “vuvuzelas”. Porém, o gelo voltava a derreter as esperanças do planeta, na medida em que o vírus da Gripe Suína atingia números assustadores, principalmente no Brasil, país que lidera a triste estatística de óbitos.

Mais crise no Senado brasileiro, decepções, reconciliações, gols, cestas, pontos, alegrias, desilusões, esperanças, laços sendo reatados, amizades fortalecidas, afastamentos, mais decepções, mais alegrias, emoções. Está acabando.

Vem chegando aí a estação mais bonita e cheirosa do ano. Junto com ela, uma energia renovada para encarar os últimos três meses do ano 09, que vai chegando ao fim. Sorria, levante da cadeira e não tenha medo de enfrentar obstáculos, desafios, e lutar pela felicidade! Pois só assim, escrevendo no coração as mais belas palavras de otimismo, a sensação e a constatação do dever cumprido chegam com força total.

Se o inverno esfriou, por que não apostar as fichas na primavera para sentir o aroma da sorte voltar?

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

ESTREIA: Notícias em foco



Notícia que é notícia tem que ter foco, mesmo que em cinco minutos!

Produção e reportagem: Érica Prado, Izabella Galante, Bruna e Ralph Guichard
Operação de áudio: Luís Aurélio e Tatiana
Apresentação: Ralph Guichard
Coordenação de Jornalismo: Professor Sidnei do Amaral

Não perca tempo e escute o primeiro programa, gravado no Estúdio Dylmo Elias, a quem dedico essa transmissão.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Ah, a saudade!

Já faz bastante tempo, se analisarmos as páginas do calendário como referência. Muito tempo.

Existem sintonias na vida que independem de sangue, DNA ou características hereditárias. Com toda a certeza da realeza.

Conjuntos de frases não descrevem o quanto a saudade mexe com a gente. Em algumas horas ela dá força de vontade, motivação, porém, sempre acompanhada de um sorriso um pouco triste, recheado das melhores lembranças que sabemos não poder mais virar realidade.

Ao mesmo tempo que é ótimo entrar no estúdio do conhecimento, da alegria e da emoção, é extremamente complicado saber que só o seu espírito irá continuar por lá. Não estou dizendo que é pouco, ao contrário, ele é tão forte, mas tão forte, que tem ajudado a alavancar progressos impensados num espaço tão curto de tempo. No entanto, repito, é difícil ignorar a saudade. Aliás, eu não quero ignorá-la. Ah se já tivessem inventado uma máquina do tempo.

Seria agora, esse semestre. Saber disso dói ainda mais. Sei que seria uma realização mútua, como um mar de emoção invadindo o coração. Mas o destino quis assim.

Podemos não poder compartilhar os mais mirabolantes projetos que estávamos planejando, quando tudo aconteceu, contudo, posso continuar captando o que você tem pra me passar, procurando continuar o aprendizado que estava em andamento.

Sim, os sonhos. Continuo tendo aqueles sonhos, onde posso me encontrar, mesmo que só por alguns instantes, novamente com você.

Não sei ao certo aonde você está, mas posso imaginar que seja num lugar muito importante, porque é isso que você foi e sempre será na minha vida e na vida de pessoas que acabaram, por intermédio seu, virando extremamente essenciais no meu dia a dia.

Bem, tenho que ir nessa, porque amanhã cedinho vou fazer aquilo que você mais gostava, que sempre disse ter certeza que eu faria um dia.

Dessa forma, me despeço seguindo à risca aquela famosa e imortalizada frase:

"Pra frente e firme!"

Parabéns e obrigado.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

As inaceitáveis campanhas de Fluminense e Botafogo

Como era de se esperar, o clássico - se é que podemos chamar assim - do último domingo entre Fluminense e Botafogo acabou em 0x0. Dessa forma, o futebol carioca segue com seu destino premeditado, com dois clubes carimbando cada vez mais o passaporte para a Série B do ano que vem.

É inaceitável olhar para a tabela e ver que, em 24 jogos, o tricolor conquistou apenas três vitórias, com o alvinegro registrando quatro triunfos. A campanha de ambos é mais asquerosa do que a do Vasco, em 2008, pois o cruzmaltino, embora com um elenco bem limitado, ao menos esboçava alguma reação, atuando com uma garra que não vemos nos dois concorrentes ao Z4 desse ano.

Infelizmente, classifico o Fluminense como um caso perdido, assim como o Sport. Já o Botafogo, é bom começar a abrir o olho, caso contrário, terá que fazer a estrela solitária brilhar, novamente, na segunda divisão.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

11 de setembro - O dia em que a Terra parou

Lembro como se fosse ontem daquele 11 de setembro de 2001. Com 10 anos de idade, eu ainda estava na 5ª série do Ensino Fundamental, fazia trabalhos como ator e começava a esboçar uma carreira de jogador de basquete.

Naquela ocasião, acordei cedo, como qualquer terça-feira. Bem disposto e animado para fazer cestas, fui para a escolinha de basquete, como fazia todos os dias da semana. Por lá, tudo ocorreu normalmente. Não lembro, sinceramente, se treinei bem, até porque isso não importa mais – pelo menos agora.

Quando chego na casa do meu avô, local pra onde fui quando saí do clube, a televisão já estava ligada com uma imagem estranha aparecendo na tela. Em esquema de plantão, a emissora mostrava um enorme prédio norte-americano em chamas.

Ao falar com os telespectadores, o jornalista comentava que as primeiras informações recebidas é que um monomotor, avião de pequeno porte, havia se chocado contra um dos edifícios do World Trade Center, em Manhattan, Nova York. Alguns minutos depois, eis que surge, surpreendentemente, outro avião e... boom! A Torre Gêmea é atingida. A partir daí, todos tinham certeza que a maior potência do mundo, os Estados Unidos da América, estava sofrendo um ataque terrorista.

Eu não tinha acesso à internet ainda, naquele ano, no entanto, quem tinha ficou ilhado digitalmente, já que diversas redes caíram em função do número estrondoso de usuários buscando informações. Para mim, o único veículo que sobrou foi a televisão, de onde meus olhos só desgrudaram depois do ataque ao Pentágono, quando o relógio indicava que, infelizmente, era hora de ir para o colégio.

Aviões derrubados na Pensilvânia, aparições de Osama Bin Laden, Al-Qaeda. Assim continuou o dia, as semanas, os meses e os anos.

Daqui pra frente, esperamos que o 11 de setembro seja lembrado por acontecimentos históricos positivos, como uma futura cura da AIDS, a superação de uma pessoa, ou o acordo de Paz entre Israelenses e Palestinos. Enquanto isso, resta na nossa memória os escombros de uma violência absurda, conduzida naquela data.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Agora é hora de testar

Já cumprimos a nossa obrigação. Estamos em primeiro lugar nas Eliminatórias, vencemos a Argentina, tudo em ordem! Agora que a paz reina absoluta na seleção brasileira, é hora do Dunga começar a por a criatividade em ação e testar.

Temos posições que ainda não inspiram confiança. Na lateral-esquerda, por exemplo, nenhum atleta conseguiu se firmar, deixando jogadores como André Santos, Marcelo, Kleber, Filipe e até Fábio Aurélio com esperanças. A mesma coisa acontece entre os volantes, que hoje são representados Felipe Melo, Josué e o veterano pupilo do treinador, Gilberto Silva. Ainda defendo uma formação diferente com Lucas, Hernanes, Ramires e Kaká no meio.

No ataque, Robinho está em um momento terrível. Nilmar e Diego Tardelli, por exemplo, poderiam render mais que o jogador, que hoje é reserva do Manchester City. Para isso é necessário testar.

No mais, foram bastante acertadas as convocações de André Dias, Cleiton Xavier, Diego Souza e Tardelli, ainda que tardias. Faltando três jogos pro fim da competição seria interessante poupar algumas peças já certas na cabeça do treinador para por a meninada pra jogar. Quem sabe, assim, não descobrimos boas surpresas a tempo de fazer brilhar na Copa do Mundo de 2010?

Enquanto isso, na Argentina... Pobre Maradona...

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Linha de impedimento

Mesmo reformulada, a Linha de impedimento voltou. Agora, dando mais sentido ao nome "linha".

Jogando tudo

Cuca é o novo - novo??? - técnico do Fluminense. Antes de entregar o cargo, o vice-presidente de futebol, Tote Menezes, disse que seria para organizar o time na segunda divisão, ano que vem. O Fluminense não jogou só a toalha. Jogou a toalha, o roupão, a touca, as roupas íntimas...

Livre novamente

Zé Roberto, também conhecido como Zé Cachaça, está de volta ao time titular do Flamengo. Animado, o meia-baladeiro afirmou estar com uma "liberdade" maior. Zé Roberto livre? Xi... Preparem o antiácido!

Transferência espírita

Após anos e anos vestindo a camisa do clube, o atacante Allan Kardec deixou o Vasco. O centro-avante, convocado para a seleção brasileira que irá disputar o Mundial Sub-20, foi emprestado ao Internacional. Estaria o cruzmaltino revoltado com as doutrinas do líder espírita, caminhando, assim, para uma nova religião?

Espírito de Porco

Preocupado com os consecutivos fracassos nos testes físicos da FIFA, o árbitro Leonardo Gaciba, que está temporariamente impedido de apitar partidas oficiais, resolveu ir para um retiro espiritual. Rumores de que o gaúcho foi procurar por Allan Kardec no Rio de Janeiro, porém, como ele não lê "O blog Rox", não sabe que o atleta-líder-espiritual foi fazer seus milagres no Rio Grande do Sul.

Empata tudo

0x0, 1x1, 2x2 e até 3x3! O Botafogo parece mesmo não querer mais perder, porém, também não consegue ganhar de jeito nenhum. O alvinegro já empatou tanto, mas tanto neste ano, que agora quer lançar uma novidade: empatar a vida do torcedor!

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

ABSURDO: Censura aos blogs nas Eleições 2010

É impressionante. Quando achamos que o Senado já morreu afogado, em meio a inundação de sujeira que reina por lá, nesse momento, descobrimos que ele ainda tem forças para emergir e entupir ainda mais o ralo verde e amarelo, por onde escoam todas as decisões absurdas tomadas por uma casa que perdeu completamente a credibilidade.

Esquecendo um pouco os atos secretos e o cabide de empregos da família Sarney, os nobres senadores aprovaram em suas Comissões um texto absurdo contido na Reforma Eleitoral. Nele, os sites de Jornalismo e os blogs serão proibidos de obterem um posicionamento com relação a algum candidato. No caso dos sites prefiro não falar nada, agora, querer impor que os blogs fiquem em cima do muro?

Blogs são veículos pessoais e, portanto, o autor é livre para escrever e manifestar as suas ideias e opiniões. Quando esse direito é retirado, como querem fazer, trata-se de CENSURA.

Felizmente, essa decisão ainda não foi aprovada em todas as instâncias, e uma de suas votações foi adiada. Espero que os senhores senadores revejam seus conceitos e façam as devidas alterações. Caso contrário, a reforma que deverá acontecer é na cabeça dos políticos, fazendo com que abram os olhos e vejam que a Internet hoje é uma realidade!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Pela primeira vez, torcerei pelo Dunga

É inegável o meu amor pelo país em que nasci, vivi e cresci. Gosto tanto, mas tanto do Brasil, que quero ser pentacampeão mundial de futebol e, exatamente por isso, fui crítico ferrenho do técnico Dunga desde os seus primeiros indícios de fracasso, que foram se estendendo até as últimas partidas. No entanto, pela primeira vez, neste sábado, irei torcer para o treinador.

Não! Não mudei de opinião quanto a ele. Continuo o achando inferior a outros profissionais que por aqui atuam, como Muricy Ramalho, por exemplo, contudo, o motivo é mais do que nobre: vencer a Argentina!

Em momento crítico nas Eliminatórias, "nuestros hermanos" estão em fase tão crítica quanto o Fluminense no Brasileirão. Eles amargam a quarta colocação na competição, correndo o risco inclusive de ficar fora da Copa do Mundo de 2010. O desespero é tão grande, mas tão grande, que Dieguito Maradona convocou o atacante Palermo. Ele mesmo, o eterno centro-avante do Boca Juniors, "exímio" cobrador de pênaltis.

Pobre Argentina...